Programas

Programa de Extensão de Atividades Curriculares dos Cursos de Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde

Resumo do Programa: O Programa de Extensão dos Cursos de Bacharelado e Licenciatura em Ciências Biológicas do ICBS foi criado para atender à demanda de curricularização da extensão na Universidade Federal de Alagoas. Os eixos de atividade principal da extensão nos dois cursos são Ecologia e Ambiente, Saúde, Biotecnologia e Produção e Educação, atividades sociais indispensáveis para a formação dos discentes, na qualificação do professor, no intercâmbio com a sociedade e no incentivo a promoção de ações em áreas temáticas e diretrizes gerais definidas pela Política Nacional de Extensão Universitária. Os principais objetivos do Programa de Extensão são expandir e assegurar a participação dos discentes em ações de extensão, envolvendo todas as áreas das ciências biológicas, e formar profissionais engajados com a responsabilidade cidadã, com experiência na resolução de problemas do cotidiano, através da discussão, do debate e do trabalho coletivo, utilizando os conhecimentos adquiridos durante a formação e, finalmente, valorizando e inserindo no debate as comunidades de entorno da universidade e os espaços onde eles residem. A metodologia do Programa de Extensão envolverá a articulação por meio da participação dos discentes em projetos de extensão e eventos com atividades individuais e/ou em grupo organizados em sete (07) Atividades Curriculares de Extensão (ACE) previstas nos projetos pedagógicos dos cursos em espaços do ICBS, bairros e cidades de Alagoas. Nos projetos, os coordenadores vão desenvolver atividades de discussão e práticas para garantir (1) a compreensão de conceitos básicos da extensão universitária, (2) o diagnóstico de possíveis áreas e contextualização de pesquisas realizadas pela universidade, (3) visitas a comunidades para reconhecimento das demandas locais, se reunindo com as comunidades e analisando as demandas a serem transformadas, (4) planejamento de atividades junto com as comunidades (5) intervenção e implantação das atividades definidas com participação efetiva da comunidade, (6) avaliação dos resultados das ações juntos com a comunidade, (7) reflexão sobre os resultados e contraposição com os objetivos das ações para sugerir melhorias em todo o processo e (8) organização e execução de eventos, visando o reconhecimento da importância e da estruturação de eventos de divulgação científica para a comunidade. O acompanhamento das atividades será realizado pelos docentes coordenadores e participantes dos projetos por meio de relatórios parciais, relatórios finais, fotos, relatos e o desenvolvimento de produtos. Durante as atividades de extensão serão estimulados e avaliados o envolvimento dos estudantes a partir da vivência de cada um, evidenciando, sempre que possível, a iniciativa, a proatividade, o trabalho em equipe, o cuidado com as atividades ligadas à extensão e o cuidado com as atividades relacionadas às comunidades, além da observação do trabalho da equipe para resolução de problemas e superação de imprevistos. Palavras-Chave: educação, meio ambiente, saúde, biotecnologia, produção